OUVIR FALAR LER ESCREVER


pYzam Page Pets
FreeFlashToys Page Pets

quinta-feira, 30 de Abril de 2009

Uma gaivota voava voava...

Ao mergulhar nas minhas recordações de infância vem-me à memória uma canção que em Abril de 1974 foi uma das melodias marcantes da revolução.
Ao entrar para a escola já no período pós 25 de Abril era certo que nos bancos de escola se faziam ecoar estes " gritos" de Liberdade outrora reprimidos.
A professora, uma jovem irreverente, meiga e inovadora para a época, ensinava-nos as primeiras letras ao mesmo tempo que estas tinham histórias: O " i" precisava de um chapéu porque andava sempre constipado; O " u " tinha um sorriso alegre.... e assim se contruiam sílabas e se formavam pequenas frases...

Aulas deliciosas onde se aliava a aprendizagem à criatividade, à alegria e se respirava Liberdade.

Todos, em uníssono, assim cantávamos...

"Uma gaivota voava, voava, asas de vento, coração de mar. Como ela, somos livres, somos livres de voar..."
Letra e música de Ermelinda Duarte